Buscar

O Fisioterapeuta como protagonista no tratamento das tonturas

Dados demonstram que a prevalência de tontura pode variar de 42% a 49% na população, sendo que tal sintoma limita as atividades diárias de 67% destes indivíduos (Bittar e cols, 2013).


Dentre as causas da tontura destacam-se as disfunções centrais, periféricas e outra infinidade de motivos, como problemas neurológicos, cardiovasculares, metabólicos, psicogênicos, visuais e proprioceptivos (Doná e cols, 2013).


Além da tontura, esses pacientes podem experimentar náusea, “vista embaralhada”, sintomas auditivos, enxaqueca, perda da autonomia, desequilíbrio e quedas. Como mencionado anteriormente, esses sintomas são altamente limitantes.



Nesta perspectiva, o fisioterapeuta tem assumido um papel cada vez maior na recuperação funcional destes indivíduos. Após uma cautelosa avaliação, elege-se as estratégias de intervenção mais adequadas para cada situação: manobras de reposição canalítica, exercícios vestibulares de adaptação, habituação e substituição, e técnicas manuais.


Vale destacar que o tratamento fisioterapêutico é resolutivo, na maior parte dos casos, e sem medicação. Nossos resultados apontam para uma importante melhora da qualidade de vida, do equilíbrio, da capacidade funcional e dos sintomas vestibulares (Rocha Júnior e cols, 2013; Rocha Júnior e cols, 2014; Trevisan e cols, 2016).


Para pacientes com esta necessidade abre-se uma nova possibilidade terapêutica, importante e resolutiva, para o manejo desses sintomas.


Fonte: Terra/Dino

7 visualizações

LOCALIZAÇÃO

CONTATO

Rua Augusto Staben, 2201 - Loja 02

Jardim Paulista - Campina Grande do Sul 

Email: contato@clinicafisiocampos.com.br

Tel: (41) 3679-4414 - Wpp: (41) 99711-0334

  • White Facebook Icon

© 2019 Orgulhosamente criado por Linkada